Descubra como melhorar o SEO do seu site

Por Isabela Castro em 27 mar 2017

5 minutos de leitura

O que é SEO?

SEO (Search Engine Optimization) é o conjunto das técnicas que permitem melhorar a visibilidade de um site ou blog nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca. Isso acontece porque os sites de busca, como o Google, são compostos por uma série de algoritmos que trabalham para nos apresentar os resultados mais relevantes quando fazemos uma pesquisa. E, ele leva em consideração diversos critérios para classificar as páginas encontradas na web.

Resultados orgânicos são aqueles que não são patrocinados. Você já deve ter reparado que, geralmente, quando faz uma busca no Google, os primeiros links que aparecem vem com um quadrinho verde, onde está escrito “anúncio”. Isso é o que chamamos de “resultados patrocinados”, o que significa que o Google foi pago para anunciar aquele link. Os resultados orgânicos são aqueles que vem logo depois e eles conquistaram aquela posição porque foram considerados relevantes pelos motores de busca.

SEO

É muito importante ter um bom SEO porque a internet é uma rede muito vasta e dificilmente quando uma pessoa que está fazendo uma busca, ela precisa ir até a segunda página, e, muito menos até a terceira. Então, se o seu site não está sendo mostrado nos resultados da primeira página, provavelmente ele não irá receber muitos acessos. E, quantos mais acessos (Leads) recebemos, mais comentários, vendas, ou leitores obtemos. Então, nesta publicação, iremos conhecer um pouco dos critérios utilizados para classificar os sites da web.

Taxa de Rejeição

Taxa de rejeição é a porcentagem de visitantes que abre seu site e não interage com ele. Quando abre a página e a fecha logo em seguida sem navegar pelas outras páginas ou publicações. Essa atitude do usuário pode ter vários motivos. Talvez ele não tenha gostado do layout do seu site, ele também pode perceber que o conteúdo apresentado não é o que ele estava procurando ou então pode encontrar um idioma diferente do seu, por exemplo.

Se o seu site for composto de um única página, então não há um problema se essa taxa for alta. Mas, se esse não for o seu caso, é uma boa ideia investigar porque seus usuários não estão permanecendo no seu site. O Google Analytics fornece essa taxa, bem como diversas outras informações sobre o público que acessa seu domínio, então é interessante fazer um cadastro e acompanhar essas informações.

Meta Description

A Meta descrição é um pequeno resumo do conteúdo da sua postagem. Ela não fica visível na página propriamente dita, mas aparece quando encontramos aquele resultado no Google ou quando publicamos o link em uma rede social, como o Facebook ou o Google Plus. Você certamente já deve ter se deparado com esse tipo de meta tag. Essa descrição geralmente é personalizada pelo autor do artigo e é muito valorizada. Tanto o Blogger quanto o WordPress, que são as plataformas mais utilizadas para blogs, permitem essas customizações. É importante que a descrição não seja muito longa, ela deve conter entre 120 e 155 caracteres, aproximadamente.

Você também consegue adicionar uma descrição nas imagens do seu site. Dessa forma, caso a imagem não apareça por algum motivo, haverá um nome em seu lugar e o leitor saberá do que se tratava a imagem. Além disso, essa pequena ação permitirá que um usuário também encontre o seu conteúdo através do google imagens.

WordPress

É muito fácil personalizar essas meta tags com o WordPress porque ele possui diversos plugins que auxiliam nessa tarefa, lhe ajudando não só a editar as meta tags, mas a formatar todo o seu artigo de forma que ele seja melhor ranqueado pelos mecanismos de busca. No blog da Laivon nós utilizamos um plugin chamado “Yoast SEO”.

seo wordpress

Blogger

O Blogger também permite o uso de meta descrições. Na barra lateral você consegue adicionar a descrição da pesquisa, bem como personalizar a url da sua publicação. Para adicionar descrições às imagens, você deve clicar com o botão esquerdo em cima de cada uma delas e em seguida clicar em “propriedades”.

seo blogger

Usabilidade e Segurança

O seu site não precisa ter um layout completamente inovador, basta ter um esquema de cores agradáveis e um conteúdo organizado, de forma que o visitante não se sinta perdido ao acessá-lo. Além disso, é importante possuir um layout responsivo, que seja bem adaptável à dispositivos móveis, como tablets e telefones celulares.

Ter uma página com política de privacidade ou uma extensa página com “sobre nós” ou “about” também são itens valorizados pelo Google. Bem como, informar referências e fontes ao final de cada página. Possuir um domínio com acréscimo do “.br” ajuda seu site a ser achado por brasileiros. Se você não tiver interesse em ter leitores ou clientes internacionais, é melhor investir no “.com.br” do que no “.com” puro. E, ter o “https” na url também é bastante estimado, pois o mecanismo de busca entende que o seu site é seguro.

Conteúdo

A principal questão no que diz respeito ao conteúdo são as palavras chaves (Keywords). Essa será a palavra que o seu cliente ou leitor irá pesquisar para encontrar o seu artigo. Sempre que você for escrever algo para colocar no seu site tire um momento para pensar nessas palavras. Você também pode pesquisar termos no Google em modo anônimo e ver se encontra postagens relacionadas com o assunto que pretende escrever. Uma outra ferramenta que também pode ser utilizado para isso é o Google Trends, ele permite que você compare palavras ou expressões e observe quais termos foram mais pesquisados pelas pessoas.

seo keyword

É fundamental que as palavras chaves sejam mencionadas ocasionalmente durante a publicação. Só tenha cuidado para não ficar repetindo-a o tempo todo, porque essa atitude cansará o leitor, além de ser mal vista pelo Google. Evite também criar frases e parágrafos muitos compridos. Além disso, a palavra chave deve ser mencionada na meta descrição, no título da postagem e na url. A escolha do título é uma decisão muito importante, pois ele é a capa do seu artigo. É através dele que as pessoas decidirão se irão ler o seu texto ou não. Ele deve ser instigante, não economize palavras, porque, ao contrário da url, ele não precisa ser tão curto. A url, diferente do que muita gente pensa, não precisa ser igual ao título. Ela deve ser curta e direta, de forma que seja mais fácil de lembrar. Por fim, evite colocar artigos ou conectivos na url.

Qualidade

Mas, a sua maior preocupação ao criar um conteúdo sempre deve ser na qualidade do texto. Se o leitor não encontrar o que estava procurando, ou o que lhe foi anunciado na meta descrição ou no título do artigo, ele muito provavelmente não irá retornar ao seu blog ou site. Além disso, sempre faça uma revisão antes de publicar qualquer conteúdo na internet. Corrija os erros de português, configure a formatação e sempre visualize o texto antes de postá-lo. Nunca deixe de verificar se algum erro passou despercebido. Finalmente, faça uso dos subtítulos. Quem não rola o texto antes de ler e dá uma olhadinha nos subtítulos para ver se são interessantes?!

Conclusão

Existem ainda diversos outros critérios utilizados pelo Google, coloquei alguns que achei serem mais relevantes. Se atentar à essas práticas, irá te ajudar a criar uma autoridade e a chegar cada vez mais perto dos primeiros resultados. Porém, é importante estar ciente de que o SEO demora alguns meses para começar a dar resultados. Não pense que realizando essas ações hoje, seu site irá automaticamente para a primeira página amanhã de manhã. Além disso, esse é um trabalho contínuo e muito dinâmico, portanto é fundamental buscar estar sempre atualizado.

 

A Laivon tem como objetivo acelerar a evolução de empresas através da tecnologia. Entre em contato e vamos construir algo grande juntos.

Fale com um Especialista

Comentários

comments

Inscreva-se

Assine nossa newslleter e receba conteúdos para tornar sua empresa cada vez melhor diretamente no seu e-mail.