Como escolher o melhor plano de telefonia para sua empresa

Por Jonathan Silva em 30 dez 2016

4 minutos de leitura

Hoje sabemos que ter internet no trabalho é algo quase sempre essencial. Praticamente qualquer empresa necessita de ter internet disponível durante todo o período de trabalho, onde parte dos funcionários tem seu trabalho dependente dela. 

Mas e em relação aos seus funcionários que trabalham na rua? Eles também precisam de internet, afinal ter que ligar toda vez que precisa de alguma informação pode ser meio antiquado.

No post de hoje lhe ajudarei nisso. Não irei recomendar nenhum plano específico, uma vez que os valores mudam com certa frequência. Em vez disso, lhe direi alguns pontos importantes que você deve levar em conta ao fazer essa escolha. 

Necessidades

O primeiro passo para a escolha é entender o uso dos seus funcionários para com o telefone. Infelizmente, sabemos que no Brasil temos um dos maiores preços em relação a telefonia e internet. Então, é bastante recomendado procurar o plano mais “justo” possível para suas necessidades. Segundo uma matéria da Exame: “Em agosto do ano passado (2015), um levantamento da Proteste nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro indicou que a escolha correta do plano de telefonia móvel pode gerar uma economia de 1.716 reais em um ano na capital paulista ou 1.596 reais na capital carioca.” Isso falando em telefonia pessoal. Agora leve isso à situação da empresa, onde são, em geral, vários aparelhos. A economia é muito considerável

Se eles precisam entrar em contato com os clientes via ligação com frequência, precisa-se priorizar os planos com uma grande quantidade de minutos disponíveis, ou um bom plano pós pago, onde ele tem liberdade de ligar a vontade e você sabe que não precisará esperar uma conta de telefone muito alta.

Caso o trabalho seja feito mais pela internet, as necessidades sofrem uma pequena alteração. Nesse caso, precisa-se de um plano que forneça uma quantidade de dados equivalente às necessidades reais do dia a dia do usuário. Se ele precisa fazer, por exemplo, uma grande quantidade de downloads de materiais enviados pela empresa e/ou enviar vídeos do trabalho, essa necessidade será mais alta. Se ele só precisa checar e-mails e informações mais textuais, um plano básico (uns 500mb de dados) deve resolver esse problema.

 

Planos empresariais

Dependendo da quantidade de aparelhos que sua empresa possua, é bastante recomendado olhar o que cada operadora oferece nos planos empresariais.

Esses planos, em geral, são mais econômicos, uma vez que são pensados para grande quantidade de assinaturas. Além disso você possuirá facilidades administrativas no gerenciamos das diversas contas ao mesmo tempo.

Dependendo do plano, você poderá ter minutos compartilhados entre as linhas e só pagará a mais os minutos excedidos e com tarifas mais reduzidas. Em alguns casos poderá ligar livremente entre os telefones dentro do plano, o que facilitará bastante a comunicação interna.

Um fator importante: sabemos que nem todas as operadoras funcionam bem em todo lugar. Embora isso esteja cada vez menos relevante, algumas ainda possuem alguns “pontos cegos“ de sinal de 4G na rua. Se o local onde sua empresa atua tiver esse tipo de problema, leve em conta ao escolher a operadora. Não adianta a operadora A parecer a mais barata se ela deixar sua empresa na mão no dia-a-dia. 😉

 

Cuidados com o uso

Escolheu o melhor plano depois da análise recomendada e, ainda assim, está tendo surpresas, seja no valor da conta ou nos dados acabando antes do previsto? Está na hora de analisar o gasto real.

A maioria dos smartphones possui um modo de analisar o consumo de dados por aplicativo. Dê uma checada nisso regularmente. Às vezes pode ter algum aplicativo drenando mais dados que o previsto. Se for o caso, estará na hora de reavaliar sua necessidade e, se for o caso, procurar alguma alternativa que tenha um custo x benefício melhor no consumo de dados.

Outra coisa importante é analisar se o plano está sendo usado da maneira correta. Particularmente não acho legal proibir totalmente seus funcionários de usarem a internet para uso próprio, levando em conta que eles têm períodos livres durante o dia (como almoço, por exemplo). Mas se você notar, por exemplo, que o YouTube ou algum programa de streaming de música está sendo responsável por consumo excessivo de dados, estará na hora de conversar com o funcionário e pedir uma redução disso. Ele gosta de ouvir música no horário livre? O Spotify, por exemplo, permite baixar as músicas para ouvir offline. Hoje em dia é bem simples fugir do gasto excessivo de dados, pois boa parte dos serviços funcionam offline.

Outra dica simples é com relação ao Whatsapp, que muitas empresas usam como meio de comunicação primária. Desativando o download automático das mídias recebidas pode ajudar a economizar uma quantidade boa de dados. Especialmente se sua empresa possui um grupo onde diversas imagens e/ou vídeos são enviados durante o período de trabalho. Nesse caso, caso funcionário só iria baixar o que realmente for relevante para ele durante o trabalho.

Conheça o Street, nosso sistema para gestão de equipes externas. Garanto que consumimos poucos dados 🙂

Eu, Jonathan, e toda a equipe da Laivon lhe desejamos um ótimo 2017 a você e todos a sua volta.

A Laivon tem como objetivo acelerar a evolução de empresas através da tecnologia. Entre em contato e vamos construir algo grande juntos.

Fale com um Especialista

Comentários

comments

Inscreva-se

Assine nossa newslleter e receba conteúdos para tornar sua empresa cada vez melhor diretamente no seu e-mail.